Preconceito, superação e conquistas marcam atletas com Deficiência Intelectual que disputarão as Paraolimpíadas de Londres 2012

Fonte 1º Ponto Comunicação! 18/07/2012 às 19h

Comitê Paraolímpico Internacional aceita deficientes intelectuais e Brasil terá 2 representantes. Iliane Faust e Lucas Maciel que não perde há 17 anos,coleciona títulos, preconceitos e vitórias pessoais.

 

O Comitê Paraolímpico Internacional voltou a aceitar atletas com deficiência intelectual em suas competições. Fora desde os Jogos Paraolímpicos de 2000, em Sidney, quando a IPC alegou não haver instrumentos para qualificar a deficiência dos atletas, os deficientes intelectuais estão de volta aos Jogos Paraolímpicos de Londres 2012, porém, poderão disputar apenas 4 modalidades: Atletismo, Natação, Remo e Tênis de Mesa.

Com essa mudança a delegação brasileira terá dois ótimos paratletas em Londres, Lucas Maciel, do Guarujá em São Paulo e Iliane Faust, de Francisco Beltrão no Paraná, ambos do tênis de mesa. Lucas Maciel não perde uma partida há 17 anos, inclusive contra mesatenistas que não possuem deficiência e coleciona uma série de títulos e conquistas pessoais.

Lucas Maciel luta contra as adversidades desde o primeiro dia de vida, sua mãe biológica o entregou a Pastoral da Saúde assim que ele nasceu, e logo depois acabou adotado por sua mãe de criação mesmo após de diagnosticado como portador de Deficiência Intelectual.

Lucas sofreu uma série de preconceitos, principalmente na escola, e não conseguiu ser alfabetizado “Ele sofreu todo tipo de preconceito, por ser negro, pobre e principalmente portador de deficiência. Cheguei a ouvir de uma professora que deveria ensiná-lo a lavar pratos para que ele tivesse alguma utilidade na vida”. Conta a mãe adotiva de Lucas, Maria Salete Martins.

A utilidade ele encontrou no esporte, o caminho era o tênis de mesa, e lá ele ganhou medalhas, superou preconceitos e hoje, com 32 anos é reconhecido mundialmente como um dos melhores na modalidade, atualmente é campeão paulista, brasileiro, parapan-americano e mundial.

Iliane Faust também vai a Londres e treina desde os 8 anos quando entrou na APAE, também de família muito humilde passou diversas dificuldades e sofreu muito com o preconceito pela deficiência. Teve problemas sérios na alfabetização e encontrou sucesso no esporte.

Seu comportamento é muito parecido com o do Lucas, é carinhosa, dedicada e principalmente treina muito. Iliane já foi casada, se separou e hoje com 36 anos tem um filho que não possui deficiência Intelectual e um novo companheiro.

Iliane também coleciona uma série de títulos, participou de três competições no exterior em 2011: - Iº Campeonato Americano de Tênis de Mesa para Deficientes Intelectuais, de 26 de junho a 01 de julho em Caracas, na Venezuela; IIIº Global Games, de 24 de setembro a 04 de outubro em Genova, na Itália; Jogos Parapan-Americanos de Guadalajara 2011, de 08 a 22 de novembro em Guadalajara, no México, onde recebeu a medalha de ouro, junto com Lucas e conquistaram vaga das Américas para a Paraolimpíada de Londres 2012.

 

Informações para a Imprensa:

1º Ponto Comunicação!

Maria Fernanda Rocha – Assessora de Imprensa

11.3589.6303

11.8140.9379

1º Ponto Comunicação!
Fonte 1º Ponto Comunicação! 18/07/2012 ás 19h

Compartilhe

Preconceito, superação e conquistas marcam atletas com Deficiência Intelectual que disputarão as Paraolimpíadas de Londres 2012